COMO SE DESENVOLVER NO PIANO SEM PERDER TEMPO, INDO DIRETO PARA O QUE É MAIS IMPORTANTE E EFICAZ, EVITANDO OS PIORES VÍCIOS E ADQUIRINDO INDEPENDÊNCIA PARA TOCAR QUALQUER COISA NO PIANO

 

E se você parasse de atirar para tudo quanto é lado e se concentrasse no que lhe faz avançar no piano? Esquecendo a teoria, esquecendo as abstrações, e se preocupando em desenvolver a sua capacidade de tocar as músicas e de ter confiança em vencer as dificuldades, sem correr atrás de truques a todo momento... 


Não sei qual é o seu objetivo no piano, mas existe uma infinidade de sonhos por aí:

Tocar para satisfação pessoal…

Tocar para os amigos e família…

Na Igreja…

Experimentar a sensação de tocar grandes músicas…

Tocar em um concerto ou orquestra…

Ou ainda: Desenvolver alguma prática em um instrumento qualquer… Responder a um chamado de intimidade com a música… Complementar os estudos feitos em alguma escola de música...

Alguns objetivos são mais profundos, outros mais superficiais.

A única semelhança entre eles é que estas pessoas, as que buscam realizar esses sonhos, estão girando a internet atrás de aulas e dicas que as ajudem a aprender e tocar piano.

Foi por isso que me perguntei:

O que eu poderia disponibilizar para essas pessoas, que lhes ajudem a formar uma capacidade sólida no piano ou teclado, não importando qual o objetivo final almejado?

Veja bem: por anos eu também sofri com a falta de professores, às vezes por não ter dinheiro para pagar uma aula particular, outras vezes simplesmente por não ter nenhum professor disponível por perto... com toda certeza a internet solucionou esse problema de comunicação entre aluno e professor, mas outro problema foi criado:

Como colocar ordem no caos de informações publicadas na rede?

Como todas essas aulas tão diferentes uma das outras podem ajudar você a realizar o seu objetivo no piano?

Bem, a minha resposta é o treinamento chamado:

“O Pianista Aprendiz"

Em poucas palavras, veja o que esse treinamento pretende:

“O Pianista Aprendiz” é um conjunto de aulas gravadas e disponibilizadas online, ensinando exatamente COMO e o QUE você precisa praticar no piano para desenvolver uma técnica sólida e segura, não importando o seu objetivo final, base essa que você poderá utilizar para absorver qualquer outro material musical que você estude, mesmo em aulas particulares.

Não importa qual repertório que você queira tocar ou o seu objetivo...

Você precisa praticar as soluções técnicas e ter plena consciência de como resolver dificuldades que aparecem no momento em que colocar as mãos nas teclas.

É exatamente isso que “O Pianista Aprendiz” resolve.

Algo que você não encontrará em lugar algum da internet.

Inclusive, você terá a segurança necessária para estudar assuntos mais abstratos, como a leitura de partituras ou o estudo avançado de harmonia.

Ou seja, o alvo do treinamento é...

Fazer você desenvolver as habilidades
técnicas necessárias para estudar
qualquer coisa no piano.

Essa é a minha promessa.

Francamente, você nunca me verá oferecendo um curso “completo” do tipo “faça tudo em um só lugar”, “fórmula para aprender tudo no piano” etc...

Isso é simplesmente enrolação e uma promessa falsa.

O que eu lhe prometo em “O Pianista Aprendiz” é que você será apresentado a um caminho sólido para o aprendizado de piano, um caminho aberto para se livrar das dificuldades técnicas e finalmente saber exatamente como tornar-se alguém que sabe o que está fazendo no piano, sem vacilos e com conhecimento de causa.

Antes de apresentar os detalhes do treinamento, me permita um último esclarecimento:

Alunos com até 5 anos de estudo (ou mais) chegam até mim completamente desconsolados e totalmente confusos, sem entender porque não avançam no instrumento...

Por isso eu digo:

É necessário aprender a ser um “aprendiz”, aprender a como aprender, a como encarar o estudo de piano.

Sim, eu disse “estudo".

Seria muito mais fácil eu simplesmente lhe dizer: “Adquira meu treinamento e pronto, seu problema está resolvido, você pode virar uma estrela e conquistar o seu sonho no piano..."

Mas, não, não é assim que as coisas funcionam.

Por isso que:

 Se você acha que pode acumular truques
e mais truques, até aprender o instrumento,
esse treinamento NÃO é para você
.

Você precisa desenvolver várias habilidades, além do senso musical, que apenas por meio do estudo são desenvolvidas. Eu gostaria que fosse de outra forma, que simplesmente eu lhe mostrasse 2 ou 3 truques mágicos e pronto, você virasse um mestre do instrumento...

Bom, a coisa não pode ser encarada como “truque mágico”, mas o que pode ser feito é eu lhe ensinar como adquirir as habilidades necessárias para que você se concentre naquilo que é mais importante.

Então, eis alguns pontos que você aprenderá no treinamento “O Pianista Aprendiz”:

  • O que você realmente precisa fazer para absorver uma lição: saiba qual o parâmetro “padrão” que você DEVE ignorar, mas aposto que não ignora.
  • Como os exercícios de técnica precisam ser conduzidos para um real desenvolvimento do seu mecanismo corporal (musculação pianística em ação!).
  • "Dividir Para Conquistar” — Como utilizar essa tática de Napoleão nos estudos de piano (estude sempre com as mãos separadas)...
  • A contagem matemática que deixará suas músicas finalmente organizadas, sem dar aquela sensação de confusão generalizada.
  • "Missão cumprida” — o que você precisa fazer cada vez que senta no instrumento para estudar. Não fique mais perdido e organize a sua rotina de estudos!
  • Como mesmo com pouquíssimo tempo por dia você pode se desenvolver no piano...

… por falar em “se desenvolver no piano”, você por acaso ficou com a impressão de que esse treinamento é apenas sobre teoria ou sobre COMO estudar no piano?

É só impressão mesmo, pois eu não gravei aulas em que fico falando, falando e só falando.

Tudo é mostrado diretamente no instrumento, com lições práticas para desenvolver a sua habilidade técnica.

Afinal, de que adianta você estudar teoria sem nem saber como colocar em prática?

Para que todas as lições fiquem organizadas,
o treinamento é divido em 4 módulos didáticos...

...cada um com um objetivo próprio, tudo para garantir que você tenha sempre consciência do que está estudando, e não só fazendo por fazer.

No Módulo 1, temos um repertório de músicas clássicas que desenvolverão habilidades utilizadas para todo o sempre na sua vida ao piano.

Mostro em detalhes como executar cada uma das pequenas peças escolhidas e a cada passo você aprenderá:

  • Como trabalhar as músicas por camadas, para não ter de enfrentar todo o problema de uma só vez, mas resolvê-los por etapas.
  • Como tomar consciência do formato da sua mão ao tocar, resolvendo o problema de errar as notas constantemente.
  • Como coordenar as duas mãos, entendendo o revezamento de trabalho entre elas, até que você se acostume a usá-las de forma independente.
  • A ligar as notas de forma a executar frases musicais com sentido e sem escorregões.
  • A maneira de estudar para acostumar os seus dedos a ter contato com o teclado, evitando esbarrões, princípio essencial para você tocar sem ter de olhar para as teclas.
  • Como entender a contagem do ritmo diretamente na música, ainda sem precisar da notação das partituras.
  • A aumentar a alternância de trabalho das mãos, para que as duas fiquem tecnicamente capacitadas a abarcar um repertório cada vez maior.
  • Como vencer o desafio de executar notas duplas.
  • Como controlar a articulação para controlar a produção de som, principalmente para quem utiliza piano acústico ou piano digital.
  • A regra (quase) universal para formar frases ao subir e descer no teclado, deixando a execução mais bela e tirando a impressão de que você é uma maquininha.
  • Como treinar a agilidade dos nossos dedos mais fraquinhos (coitado deles!).
  • Como conduzir a articulação entre os dedos 4-5 e 3-4 e ainda mantendo a pulsação constante na mão esquerda.
  • Como posicionar e controlar a força excessiva do dedão: não deixe esse dedo brutamonte estragar a sua execução e ainda fazer você ficar todo tenso e cheio de dores.
  • Como preparar para um ataque a um acorde, evitando a imprecisão e tornando mais segura a sua capacidade de realizar saltos entre oitavas.
  • Como estudar a formação de frases musicais (início e fim, crescendo e diminuindo).
  • A abertura das mãos e o deslocamento para tocar oitavas. Além de desenvolver uma articulação especial dos dedos para dedilhados que são mais difíceis do que o normal.
  • Como usar o "e" para contar os tempos: princípio muito famoso, mas utilizado somente em teoria e nunca colocado em uma rotina.
  • A relação da música com a linguagem comum, principalmente nos fraseados, entre acentos e relaxamentos.
  • E mais...

Como fazer um trabalho mais efetivo de digitação com a mão direita, estudando muito a clareza das notas… Como executar o revezamento das mãos entre uma acompanhar a outra e, às vezes, as duas fazerem a mesma melodia, alternando o trabalho… Como tocar uma passagem com saltos com a mão direita, principalmente envolvendo o 5º dedo, algo muito sutil, mas uma técnica muito necessária… Como controlar os dedos para adquirir agilidade...

Enfim, esse é um módulo em que essas habilidades serão estudadas diretamente em músicas e não em exercícios isolados.

Junto com o desenvolvimento técnico, você ganhará experiência musical.

O Módulo 2 é a chave de acesso à "Musculação Pianística", o suporte para você ter sempre o mecanismo preparado para tocar com destreza, além de servir de ferramental para resolver problemas encontrados durante o estudo de uma música nova.

Esse módulo é formado apenas de exercícios de técnica, pensados especialmente para lhe ensinar:

  • Como atacar as teclas com a posição adequada dos dedos, trabalhando a independência de cada um, não apenas ao abaixá-los, mas também ao levantá-los (detalhe relevante para a clareza e definição das frases).
  • Como fazer os exercícios sem gerar tensão muscular, tendo plena certeza de que os dedos estão relaxados mesmo quando não utilizados.
  • Como desenvolver a agilidade dos dedos, principalmente ao alternar as notas, pensando já em técnicas mais sofisticadas, como o trinado.
  • "Mãos sincronizadas” — Como tocar com as duas mãos sem desencontros, evitando a sensação de amadorismo tosco mesmo em exercícios simples.
  • O “Exercício Inovador”: como tocar com distribuição de peso, utilizando a técnica dos grandes pianistas, mas que já podem ser treinadas desde o começo dos estudos.
  • Como aplicar o exagero da articulação dos dedos para aprender de verdade uma sequência, criando a verdadeira “memória muscular”.
  • O “Gesto Horizontal”: como conquistar a coordenação do movimento do braço de maneira uniforme na horizontal, essencial para que você execute uma música acertando as notas com precisão.
  • O “Pivot Pianístico”: como executar as passagens de dedo (usadas em escalas, arpejos e nos fraseados mesmos), evitando as acentuações, solavancos e impressões no acerto das teclas.
  • O segredo do movimento do punho para executar os exercícios de intervalo de terça e assim criar o costume necessário para aumentar os intervalos aos poucos.
  • Como executar os exercícios de oitavas, aprendendo o “Truque da Mãozinha da Família Adams” para tocar corretamente as oitavas entre teclas pretas.

E, claro, os exercícios não são simplesmente executados, sempre explico PORQUE esse exercício é importante, pois esse é um parâmetro essencial para você manter o controle do seu desenvolvimento.

No Módulo 3, estudaremos as 24 escalas
musicais (Maiores e Menores)
da perspectiva do desenvolvimento técnico
e não simplesmente dos dedilhados.

As escalas representam o ambiente musical no qual TODAS as músicas são compostas, e é fundamental e indispensável estudá-las.

Mas, faremos algo diferente: estudaremos a partir do 2º nível de exercícios técnicos.

Esse nível nos permite não apenas desenvolver o mecanismo corporal, mas também permite a criação dos nossos próprios exercícios para vencer mais facilmente as dificuldades.

Você descobrirá, em detalhes, como funciona a arquitetura das escalas; como executar todas as 24 escalas (Maiores e Menores) a partir da perspectiva da técnica de 2º nível; além disso, aprenderá o ciclo das escalas e como encaixar esse material na sua rotina de estudos.

Então, além de descobrir o modo mais eficiente de estudar cada escala, você também terá toda a informação necessária do motivo de aprender esse material.

Assim mantemos o princípio de sempre saber o PORQUÊ das coisas, parâmetro tão necessário para evitar a confusão e o desânimo.

Nas músicas estudadas no primeiro módulo, utilizamos basicamente a ferramenta da imitação para desenvolver as habilidades, mas...

No Módulo 4, saimos da imitação para dar mais ênfase
ao desenvolvimento técnico de 2º nível...

...por isso utilizaremos uma música que exige clareza e objetividade, algo que não ofusque a execução ao piano.

E, para isso, não existe mestre maior do que Mozart.

Além disso, o 1º movimento da Sonata Facile apresenta de modo musical a utilização das escalas, complementando o conteúdo do módulo de escalas.

Então, todo esse módulo é voltado para o estudo do 1º movimento da Sonata Facile que, aliás, foi escrita por Mozart para o aprendizado dos seus alunos e, como não poderia ser diferente, é uma sonata belíssima.

Mais uma vez a ênfase deste material é deixar mais completo o estudo técnico de 2º nível.

Você não faz idéia de como a falta de entendimento do próprio mecanismo corporal é um impedimento para tocar piano, por isso minha ênfase no desenvolvimento técnico em primeiro lugar, antes de estudar leitura de partituras ou outras abstrações.

Assim você não acumula coisas a aprender, mas pratica os pontos mais importantes pra tocar as músicas. A teoria e as abstrações ficam para depois.

Se a sua curiosidade foi despertada para conhecer essa Sonata, abaixo deixo o vídeo com a sua execução.

Uma última explicação é necessária.

As aulas foram estruturadas para os totalmente iniciantes e também para os intermediários com até 3 anos de estudo. A verdade é que duvido que mesmo aqueles com 10 anos de estudo já tenham tido esse tipo de material em mãos, mas, bem, não quero polemizar demais : P

Então, se você precisa aprender do ZERO ou precisa de material para desenvolver a sua habilidade técnica que está meio capenga ou inexistente, “O Pianista Aprendiz” foi feito para você, sem dúvida nenhuma.

Agora, veja bem, os 4 módulos do treinamento possuem no total 57 aulas, com mais de 13 horas de conteúdo, que serão suficientes para preencher 12 meses do seu estudo.

Olha só: 12 meses de estudo, isso quer dizer, R$ 7.200,00 caso você estive aqui do meu ladinho pagando por aulas presenciais toda semana.

Mas, ao contrário do que muita gente divulga por aí, aulas gravadas são diferentes de aulas presenciais, inclusive existe diferença na didática. Tudo precisa ser mais bem explicado em aulas gravadas e, claro, não existe a exclusividade de uma aula particular. Por isso você não precisará pagar o valor total equivalente.

Além disso, você não receberá somente o conteúdo dos 4 módulos.

É muito provável que você já tenha consumido dezenas, senão centenas, de outros materiais de piano por aí, e deve estar cheio de vícios e de pré-conceitos estúpidos, que estão impedindo você de evoluir no aprendizado.

Um dos assuntos que mais são estudados com vícios, são os arpejos, então preparei um...

bônus especial de Introdução Aos Arpejos...

...onde estudaremos as tríades de maneira que você entenda de uma vez por todas como aplicar um estudo técnico decente no seu aprendizado.

Esse bônus possui quase 2 horas de conteúdo em que você aprenderá:

  • O que é um arpejo e porque estudá-lo (dãããr, claro que precisava disso, senão como ter certeza de que você sabe do que estou falando?)...
  • Como estudar os arpejos mais básicos (tríades) e trabalhar a posição das mãos e dedos, formando uma boa base de desenvolvimento técnico para trabalhar movimentos mais complexos quando for necessário.
  • As 6 posições básicas das mãos (Dedilhados, subidas e descidas) para a execução correta dos acordes. As outras posições não passam de variações sutis dessas posições básicas.
  • Como não balançar o braço inteiro nas passagens de dedo, fazendo uma passagem discreta com os punhos, evitando esforço desnecessário e perda de tempo.
  • O “Estudo Dentro Do Teclado” — como sempre manter a palma da mão colada ao teclado, tornando impossível a perda da posição das teclas e facilitando enormemente o caminho entre elas.
  • Como exercitar a flexibilidade nos arpejos, abrindo muito as mãos e esticando os dedos, mantendo um exercício quase esportivo, o que faz com que você entenda o mecanismo e que fixe mais facilmente os movimentos.
  • Exercícios para controlar a passagem de dedo com legatto.
  • Exercícios para controlar os acentos das notas.
  • Exercícios para tocar uma nota um pouco mais rápida do que outra. Isso evita vícios, e aumenta o nosso controle de cada coisa feita na execução dos arpejos.
  • A técnica do “Polegar Por Cima” — Como movimentar as mãos para melhorar a velocidade da execução de um arpejo.
  • Como dominar a “preparação", que é a troca de posição da mão, muito utilizada para tocar passagens mais rápidas.
  • O "Prepara e toca, prepara e toca, prepara e toca” — treinamento do saltos entre os acordes, para exercitar o posicionamento.
  • O “Movimento Estrela”, análogo à virada de estrelinha das crianças, pois o arpejo é tocado apoiando um dedo de cada vez, essencial para o condicionamento técnico das mãos.

Enfim, mesmo que você ainda não tenha estudado arpejos, portanto esteja livre dos vícios mais comuns, esse bônus será uma vacina contra os ensinamentos capengas que você provavelmente enfrentará algum dia.

Então, todo o treinamento “O Pianista Aprendiz" + bônus “Introdução aos Arpejos"...

...tudo por 12 x R$ 19,90 (cartão de crédito) ou por um pagamento único de R$ 199 (boleto).

Repito:

12 x R$ 19,90 (cartão)
OU
R$ 199 (boleto)

 

Veja bem: o conteúdo que lhe dará a base sólida de desenvolvimento técnico, focado em atividades práticas, diretamente no instrumento, material equivalente a 12 meses de aulas, tudo disponível por um valor menor do que apenas UM único mês com um professor presencial.

O que mais preciso explicar?

Bem, muitas dúvidas ainda podem estar rondando a sua cabeça, e não tenho como prever todas...

Por isso, o treinamento é acompanhado de uma GARANTIA INCONDICIONAL de 30 dias...

...assim você pode testar o material, e pedir reembolso caso não se adapte.

Não precisa entrar em pânico, nem se descabelar, basta enviar um único e-mail que faço o estorno na mesma hora, sem que seja necessário qualquer explicação, basta “Felipe, quero o reembolso…".

A escolha é sua. Se você quiser começar agora mesmo, clique no botão abaixo e faça a sua inscrição pelo Eduzz (o Eduzz é a uma empresa confiável que gerencia pagamentos pela internet).

Clique aqui e inscreva-se

Fora do Brasil? Faça a sua inscrição pelo botão acima e escolha o Paypal ao pagar

Perguntas Freqüentes

PERGUNTA: Treinamento? Por que não chamar de "curso"?

RESPOSTA: Eu também confundo esses termos várias vezes, ora chamo de treinamento, ora chamo de curso, mas, o mais correto mesmo, é chamar de "treinamento". Isso porque "curso", normalmente, inclui muitas explicações teóricas e abstratas.

Um treinamento é a resolução de um problema mostrado na prática, direto no piano, com as explicações necessárias para que você repita os ensinamentos.

Um treinamento depende que você pratique todas as lições para alcançar a total absorção da técnica e não simplesmente siga orientações orais.

PERGUNTA: Esse é um curso completo de piano?

RESPOSTA: Não. É um treinamento específico para resolver o problema da falta de conhecimento técnico dos alunos iniciantes ou intermediários.

Mas, não se engane, "conhecimento técnico" não quer dizer "exercícios técnicos", mas todo o conhecimento fundamentado nas melhores soluções para resolver os problemas de execução diretamente feita no instrumento.

PERGUNTA: Posso acompanhar o treinamento com um teclado?

RESPOSTA: Sim. Um simples teclado eletrônico com 5 oitavas já é o suficiente para acompanhar o material. Tenho reparado que os tecladistas são os mais desfalcados em termos de técnica, praticamente estão reduzidos ao 1º nível de exercícios.

Todas as lições serão de enorme proveito para os tecladistas profissionais ou amadores.

PERGUNTA: Neste treinamento aprenderei a ler partituras ou a tocar de ouvido?

RESPOSTA: Não e não. Tanto partituras quanto tocar de ouvido são ferramentas intelectuais que você utiliza como fonte para tocar piano, certo? Bem, então se você quiser fazer tudo isso de uma vez só, estará se sobrecarregando de tarefas. Reduzi o material somente aquilo que vai lhe dar conhecimento e destreza para tocar música.

Depois disso, não interessa se você vai ler partituras, se vai tocar de ouvido, se vai tomar uma injeção de música, se vai ser possuído pelo espírito das musas ou se vai tirar coisas sem sentido da sua cabeça oca, o que interessa é que você já sabe os meios para executar a música.

PERGUNTA: Existe alguma garantia?

RESPOSTA: Sim, todos os treinamentos que ofereço possuem uma garantia incondicional de 30 dias.

Em outra palavras, se você não aproveitar o treinamento por qualquer motivo que seja, devolvo todo o seu dinheiro. Claro que eu não gostaria de chegar a esse ponto, mas 30 dias é um ótimo período de avaliação: satisfação ou o dinheiro de volta.

PERGUNTA: Como acesso o material do treinamento?

RESPOSTA: Depois que o seu pagamento for confirmado pela Eduzz ou Paypal, envio imediatamente todas as informações de acesso ao portal do treinamento por e-mail. Você receberá um usuário/senha para assistir às aulas.

PERGUNTA: Minha conexão com a internet é ruim, posso fazer download do material?

RESPOSTA: Após o período de 30 dias da garantia, todas as lições estarão disponíveis para você baixar no seu computador, podendo guardá-las para sempre. Durante o período de avaliação, todo o material de treinamento estará disponível no portal, para acesso online.

PERGUNTA: Por que o treinamento custa R$ 199?

RESPOSTA: Pretendo dar oportunidade para um número razoável de alunos,  até o limite em que eu possa me dedicar a dar suporte. Por isso não garanto que este treinamento terá sempre esse mesmo valor.

PERGUNTA: Receberei algum suporte caso tenha dúvidas?

RESPOSTA: Sim. Todos os alunos inscritos têm acesso livre, por e-mail, para enviar suas dúvidas e comentários sobre o conteúdo das aulas. Você também poderá enviar vídeos do seu estudo, para que eu faça eventuais correções.

PERGUNTA: Posso fazer minha inscrição a qualquer momento?

RESPOSTASe você está lendo este texto, é porque as inscrições estão abertas.

PERGUNTA: Já comprei outro treinamento seu, devo comprar "O Pianista Aprendiz"?

RESPOSTA: Não, "O Pianista Aprendiz" não é a continuação de nenhum outro treinamento, então você não deve combinar sua compra com outro treinamento meu. Dedique-se ao material de estudo que você já possui e não se sobrecarregue com mais material.

Inscreva-se no treinamento
O Pianista Aprendiz

30 dias de garantia incondicional

Se você se inscrever no treinamento e, em até 30 dias, achar que não teve nenhuma evolução ou que este curso não é para você, basta UM ÚNICO e-mail que eu devolvo todo o seu dinheiro. Sem perguntas ou burocracia!

Inscreva-se hoje por um único pagamento de R$ 199 ou esse valor parcelado no cartão. Boleto bancário também está disponível.

Clique aqui e inscreva-se

Fora do Brasil? Faça a sua inscrição pelo botão acima e escolha o Paypal ao pagar

O que você receberá

Quando o Eduzz  confirmar o pagamento da sua inscrição, você receberá:

  • O treinamento O Pianista Aprendiz
  • 4 módulos didáticos
  • 57 vídeo-aulas
  • Bônus Introdução aos Arpejos - liberado após os 30 dias de garantia
  • Download de todo o material - liberado após os 30 dias de garantia

O pagamento da sua inscrição é intermediado pelo Eduzz, essa empresa garante a segurança e confiabilidade do pagamento.

Detalhes do treinamento

Investimento: até 12 vezes de R$ 19,90 no cartão de crédito ou um pagamento único de R$ 199 no boleto bancário e cartão.

Nível: Iniciante/Intermediário

Modo de acesso: Vídeo-aulas gravadas e disponibilizadas em um portal online.

Tempo total: 13 horas e 30 minutos + 2 horas de aulas bônus.

Tempo estimado de conclusão: 12 meses

Opinião dos alunos sobre o meu método...

É incrível! Desde agilidade até o desenvolvimento das duas mãos! Eu estava me tornando um tecladista, de acordes maiores e menores, mas hoje posso me considerar, humildemente, um estudante de piano. Graças aos ensinamentos desse fantástico mentor que é o Felipe Scagliusi.

- David Sorman da Silva

Consegui soltar a mão esquerda que tinha dificuldade, normalmente ela queria seguir a mesma coordenação da Direita. Também desenvolvi os dedos do meio da mão, coisa que passava despercebida para mim.

- Romildes Carneiro

Melhorei o entendimento do sentido de coordenação, ou seja, entendi melhor a relação existente entre as duas mãos. Eu achava um pouco complicado apesar de ter feito 2 anos de piano básico do tipo: O professor te indica um livro, os exercícios a serem realizados uma demonstração rápido e pronto, te vira... Agora consigo olhar uma peça com mais confiança e entender melhor o significado da interpretação.

- José Edmilson Lima de Oliveira

Posso dizer que consigo tocar as músicas com mais facilidade, sem ficar louca procurando as notas no teclado, além disso tive um avanço na percepção musical, posso dizer que meu ouvido ficou mais atento. Além desses resultados eu tive um avanço na leitura de partitura, mesmo você não entrando em muitos detalhes, pois não era o propósito do curso, mas as dicas que você dava me incentivaram a estudar mais.

- Moizelita Soares de Lima

Melhora na percepção e entendimento musical, com conquistas significativas, inclusive ajudando no canto, caminho de expressão que vem ganhando prioridade em minha atuação no palco. Sem contar o contentamento de perceber que com o tempo poderei acompanhar-me ao piano. O procedimento "imitação", que vem ganhando agilidade, é de grande valia e desperta um procedimento especial de compreensão para a execução. Incluo aqui o aumento do prazer pela disciplina proposta, trazido pelas pequenas conquistas diárias, que vão se somando e resultam, várias vezes de forma surpreendente, em fluidez e confiança ao tocar.

- Rubens Curi

Percebi que eu tocava sempre tudo fora de ritmo, e os 2 melhores resultados foram a percepção da musica em si e estou conseguindo ter mais confiança no que eu toco.

- Reinaldo Machado

Além da parte técnica que melhorou bastante com a aplicação dos ensinamentos do curso, tenho trabalhado e melhorado também os gestos e observado a diferença que isso faz na execução da música, melhorei muito também a execução dos legatos e staccatos que também me causavam certa dificuldade e etc.

- Marcos Abreu

Melhorei os dedilhados, melhorei a fluência, estudo mais eficiente, ou seja, mais em menos tempo.

- Breno Resende

1.º - Foi um entusiasmo incrível, pois finalmente percebi onde estava o erro e como ultrapassá-lo. As músicas ajudaram imenso pois são lindíssimas e dá uma ansiedade enorme de aprender a tocá-las. 2.º - Também ganhei uma disciplina de estudo pois agora já tenho uma noção mais precisa do que devo e como devo treinar.

- Manuela Dantas

Adquiri mais consciência rítmica e agilidade e, claro, tranquilidade.

- Jurandir Penido

Primeiro resultado é que depois de estudar diariamente, e com a consciência do uso de cada um dos exercícios, e com todas as dicas para criar exercícios ao estudar um peça, posso te dizer que estou sentindo uma autonomia, um controle muito maior do instrumento. Na minha última prova de piano, no semestre passado, depois de já ter colocado em prática seus treinamentos, tive a primeira sensação de aproveitar ao máximo minha performance. Eu não tenho piano acústico, tenho piano digital, mas tenho notado que mesmo estudando no piano digital, mas com todas essas preocupações do treinamento, tenho alcançado um controle satisfatório do instrumento.

- André Barbosa

Faça sua inscrição clicando no botão abaixo...

Clique aqui e inscreva-se

Fora do Brasil? Faça a sua inscrição pelo botão acima e escolha o Paypal ao pagar