Tornar-se uma máquina eficiente e precisa de tocar piano, é nosso objetivo?

Não. As vezes pode parecer que é. Mas mesmo um super-pianista de altíssimo nível não é tão eficiente quanto parece. Vocês se supreenderiam o quanto um músico profissional perde de tempo mesmo quando parece que está estudando. Você já ouviu falar daqueles músicos que estudam 8 ou 10 horas por dia? Pois saiba que nem…

Continuar Lendo →

Reexplicando: sair catando músicas simplificadas por aí, é um mal sinal

Eu uso músicas simplificadas pra ensinar piano para meus alunos. “Simplificadas” porque as versões originais seriam muito difíceis para a habilidade, conhecimento, e controle do aluno que estou tentando ensinar. O único argumento quer seria necessário pra encerrar este assunto, é que toda música com objetivo didático é “simplificada” em algum aspecto, mesmo sendo original,…

Continuar Lendo →

Ouçam: buá-buá é nos ombros da mãe, não do professor

Antes de mais nada, deixa eu montar o seguinte cenário: 1) Você é capaz de aprender piano. 2) Você é capaz de seguir um método. 3) Você é capaz de resolver suas dificuldades. 5) Muito do aprendizado é realizado gradualmente. 6) Algumas coisas se desenvolvem instantaneamente. 7) Outras capacidades aparecem de uma hora pra outra.…

Continuar Lendo →

NOVO VÍDEO: Como não morrer de tensão nos acordes quebrados e arpejos

Uma das principais causas de paralisia no aprendizado de piano ou de desânimo por não conseguir executar direito alguma música, é a tensão muscular que trava nossa capacidade de tocar. Já falei sobre isso algumas vezes no canal do Youtube. E não é apenas quando precisamos de velocidade que a tensão aparece, trechos com acordes…

Continuar Lendo →

O motivo número 1 (provavelmente) para auto-didatas falharem com partituras

Minha tentação é responder: CONTINUIDADE Ou melhor, falta de continuidade. Sim, falta de continuidade seria o maior motivo de falha dos auto-didatas em partituras no piano. Parece que a falta de consistência também seja um grande motivo. Sabe quando temos de fazer uma massa de pão… Esperamos que toda a massa fique uniformemente misturada, e…

Continuar Lendo →

Download de 3 livros de partituras para intermediários no piano

Aqui estão os links para baixar os três livros que mencionei neste vídeo: 1) Prelúdios: https://www.aprendendopiano.com.br/wp-content/uploads/2021/04/IMSLP492402-PMLP797208-bachzwolfsechskleinepraludienscore.pdf2) Il mio primo: https://www.aprendendopiano.com.br/wp-content/uploads/2021/04/IMSLP558952-PMLP900676-Il_mio_primo_Beethoven_Spartiti_per_pianoforte.pdf3) Álbum para juventude: https://www.aprendendopiano.com.br/wp-content/uploads/2021/04/Tchaikovsky_-Op.39-_Album_for_the_Young.pdf

Continuar Lendo →

Como controlar dedos descontrolados

Perguntas sobre dedos descontrolados e outras coisas respondidas aqui: 1) “quando toco 2 notas ao mesmo tempo, elas apertam ligeiramente em tempos diferentes quando uma delas é sustenido e a outra não, como arruma isso?” Seria uma boa idéia fortalecer os dedos com exercícios. Além disso, estude as recomendações que estão no meu vídeo “O…

Continuar Lendo →

Parece que o “professor amigão” é mesmo o seu pior inimigo

Recentemente falei alguma coisa sobre como não estou nem aí para a “simpatia” e “motivação” de um professor. Estou preocupado se ele tem alguma coisa a ensinar. Bem, por causa disso, um aluno me enviou um estudo muito interessante. Deixarei a referência para este estudo no final deste texto. Vamos pular direto pra conclusão… E…

Continuar Lendo →

NOVO VÍDEO: partituras para intermediários

Quem já toca a algum tempo e está sem professor, pode passar pela dificuldade de escolher um repertório que o mantenha, com coerência, no caminho do aprendizado de piano. Esse tipo de intermediário está sempre atrás da coleção de partituras que o ajudará. Bem, eu pessoalmente não passo livros fechados e inteiros para meus alunos,…

Continuar Lendo →

O que acho que um professor de piano precisa fazer

Pra mim, o trabalho de um professor de piano é: Mostrar um caminho; confirmar os acertos; corrigir os problemas. E ali por último é um ponto final mesmo. Final de “final” mesmo, sem mais nada a acrescentar. Não tem “motivar”. Não tem “elogiar”. Não tem “inspirar”. Muito menos “divertir”. É um troço difícil, mas pessoalmente…

Continuar Lendo →

Página 1 de 119